Está com o nome sujo e precisa de um empréstimo? Você sabia que algumas instituições financeiras oferecem empréstimo para negativados? Confira as melhores opções para solicitar crédito agora mesmo!

Continue lendo e saiba mais…

Atualmente, existem instituições financeiras que facilitam o crédito para negativado. Então, se esse é o seu caso,

Contudo, muitos dos empréstimos para negativados exigem uma garantia, como é o caso do empréstimo consignado, que é recomendado para servidor público ou beneficiário do INSS ou de algum fundo de previdência.

O termo CDB se refere ao certificado de depósito bancário, um título de renda fixa emitido por instituições financeiras e distribuído por corretoras de valores.

O objetivo é captar recursos que serão utilizados para as suas atividades, de modo semelhante a um empréstimo.  

Dessa forma, quem investe no CDB empresta dinheiro ao banco em troca dos juros como remuneração. Uma de suas vantagens é que ele é acessível para grande parte dos investidores, pois não costuma exigir aportes mínimos muito elevados.  

Entretanto, antes de investir vale entender algumas características específicas sobre o seu funcionamento. Questões como tributação, liquidez e segurança devem ser avaliadas para tomar melhores decisões.  

Ao procurar alternativas de investimento, é importante entender as características de cada opção para conseguir tomar boas decisões. Nesse cenário, quem deseja fazer aplicações em renda fixa pode se perguntar sobre o rendimento obtido em um CDB. 

Esses títulos podem ser interessantes para diferentes investidores. No entanto, é essencial entender como eles funcionam para identificar se são adequados ao seu perfil e objetivos. E um dos pontos mais importantes a avaliar é o seu potencial de retorno. 

Pode haver, ainda, a incidência de IOF — o Imposto sobre Operações Financeiras. O tributo incidirá caso o resgate seja feito nos primeiros 30 dias.

A alíquota também é regressiva. Ela se inicia em 96% para um dia de aplicação, chegando a 0% no 30º dia.  

Os impostos são pagos no momento do resgate, recolhidos automaticamente pela corretora utilizada. Assim, o investidor receberá em sua conta o valor líquido após o resgate, sem precisar se preocupar em fazer o pagamento. 

No entanto, mesmo com o recolhimento já realizado, as informações devem ser enviadas em sua declaração de IR, caso seja obrigado ou opte pelo envio por outros motivos.

A guinada da taxa Selic para patamares próximos dos dois dígitos provocou um efeito em cadeia nos juros oferecidos por ativos de renda fixa.

Com papéis do Tesouro Direto pagando juros reais (descontada a inflação) a partir de 5,40% ao ano e prefixados beirando os 11,60% ao ano, a rentabilidade dos Certificados de Depósito Bancário (CDBs) também ficou mais atraente nos últimos tempos.

Um levantamento feito com base em dados extraídos na manhã desta segunda-feira (10) na plataforma Yubb, que compila informações de investimentos de diversas corretoras, aponta que entre os 200 CDBs pós-fixados disponíveis, apenas 24 possuem rentabilidade bruta entre 110% e 125% ao ano para prazos de até 12 meses. Todos apresentam liquidez no vencimento.

Agradecemos Seu Voto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.