Os famosos Certificados de Depósito Bancário – ou CDB – vêm entregando a milhares de investidores resultados acima da média há um bom tempo. Desde os anos 60, década de sua regulamentação, o famoso “rendimento CDB” ocupa uma posição de destaque entre os melhores investimentos do mercado.

Continue lendo e saiba mais…

Com a taxa básica de juros em 9,25%, a renda fixa está ganhando mais adeptos, e deve ficar assim pelo menos até o primeiro semestre de 2022. Investidores que buscam se proteger em ano eleitoral, da volatilidade dos mercados e a inflação em disparada, encontram nos ativos mais conservadores boas oportunidades.

Mas será que tudo o que brilha é ouro? Afinal, como diz o mercado, “a renda fixa nem sempre é fixa”. Então, como encontrar as verdadeiras oportunidades? O InvestNews consultou 6 especialistas em renda fixa que apontaram os melhores investimentos para 2022 e as melhores alternativas do mercado, além dos riscos que cada aplicação envolve.

O Certificado é um título privado de renda fixa negociado entre bancos e pessoas físicas e jurídicas. Ele atrai diversos tipos de investidores: desde os mais conservadores até aqueles com perfil arrojado. Todos buscam alguns pontos em comum:

Todo título de Renda Fixa funciona, no geral, da mesma maneira: eles se resumem em um empréstimo entre o investidor e a instituição que emite o título. Após um período combinado (ou antes, dependendo do título), o emissor retorna o dinheiro emprestado somando os juros.

No caso do Certificado de Depósito Bancário, como seu nome diz, a transação ocorre entre os investidores e os bancos. Ou seja, bancos pegam recursos emprestados com pessoas físicas e jurídicas, usam esse dinheiro para financiar suas atividades e os pagam com certa valorização depois de certo período.

Esta reserva é aquele dinheiro que garante sua estabilidade em momentos que você esteja sem renda, ou naqueles em que somente a renda não é suficiente para dar conta de algum acontecimento atípico. 

Esse dinheiro não irá turbinar seu patrimônio com rentabilidade fantástica, pois não é essa a função dele. O importante para esta reserva é a liquidez. Em outras palavras, é importante que você possa ter seus recursos em mãos a qualquer momento, caso precise repentinamente. 

Entretanto, vale um alerta: usar a conta remunerada como uma opção para a reserva de emergência é algo que só funciona para quem tem controles financeiros muito rigorosos. Sempre há o risco de acabar misturando o dinheiro da reserva de emergência com os valores destinados ao seu orçamento cotidiano. 

Agradecemos Seu Voto!

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.