As pessoas realmente amam as vantagens da era digital e tendem a comprar e pagar online ou por meio de Internet Banking. Uma pesquisa da Kaspersky Lab confirmou que a maioria dos usuários (81%) depende da Internet em sua rotina financeira, e quase metade (44%) armazena dados financeiros em seus dispositivos

Continue lendo e saiba mais…

Ainda assim, apenas 60% dos usuários instalam soluções de segurança em todos os seus dispositivos, e os outros 40% ficam à mercê dos cibercriminosos.

As pessoas perdem em média U$ 476 por fraude. Esse valor é apenas uma média – um em dez perdem até US$ 5 mil. As perdas anuais sofridas por fraude online, roubo de identidade, e malware chegam a casa dos bilhões de dólares no mundo inteiro -se considerarmos apenas os casos denunciados- o que torna as perdas reais mais substanciais.

As vítimas têm chances de recuperar o dinheiro roubado se contatarem a empresa do cartão e talvez o departamento que cuide de fraudes do comerciante. Situações como essas devem ser resolvidas dentro de 24h se possível, por meio de detalhes que provem que a transação foi fraudulenta.

Empresários não querem fazer negócio com cartões roubados, e devem cancelar a transação e devolver o dinheiro caso você entre em contato a tempo.  Note que serviços de banco, suas diretrizes e práticas podem variar de país para país, de modo que esse conselho pode não ser válido para sua localidade.

Muitas pessoas acreditam que o banco é o único responsável pela segurança de suas contas, mas os acordos bancários tipicamente incluem uma cláusula dizendo que o cliente é responsável pela segurança de suas informações financeiras.

Os dados mais preciosos são: senha, código CVC, e senhas de uso único enviadas por e-mail. Você muito provavelmente não receberá reembolso se um desses foi utilizado para confirmar uma transação falsa -os bancos tendem a considerar esse tipo de situação culpa dos usuários.

Tentamos descobrir o que é necessário para conseguir seu dinheiro roubado de volta por conta de golpes online, e como muitas vítimas tiveram a sorte de recuperar suas perdas.

O boletim de ocorrência é o documento por meio do qual a polícia vai abrir uma investigação sobre o crime. As fraudes bancárias são encaminhadas para as delegacias de crimes virtuais, onde estão os especialistas em investigação digital.

É importante para o poder público avançar no combate a este tipo de crime e é fundamental para você exigir os seus direitos. É com o documento registrado que você vai entrar em contato com a instituição bancária ou a administradora do cartão de crédito e comunicar a fraude.

No Brasil, o registro das ocorrências é feito nas delegacias regionais da Polícia Civil. Muitos Estados brasileiros disponibilizam um site para preenchimento do boletim de ocorrência online. A maior parte prevê o registro deste tipo de crime como estelionato, ou seja, o crime de induzir alguém ao engano para obter algum tipo de vantagem ilegal ou ganhos financeiros.

Agradecemos Seu Voto!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.