Os minicontratos de dólar estão entre as alternativas mais procuradas por especuladores que buscam ganhos no curto ou curtíssimo prazo. Porém, é comum que surjam dúvidas sobre quanto vale cada ponto no mini dólar — tornando essencial esclarecê-las antes de fazer operações.

Continue lendo e saiba mais…

Você ainda não investe em minicontratos de índice e de dólar, Eles são uma ótima oportunidade para investidores com pouco capital, que desejam operar no mercado futuro, acreditando na alta ou baixa de produtos como índices, moedas ou juros.

Com eles, você pode investir pouco e ter chances de ganhar muito. Em resumo: contratos futuros são acordos de compra e venda de produtos negociados na bolsa de valores com uma data de vencimento futura.

O mercado futuro é um ambiente onde se negocia, por meio de contratos futuros, alguns ativos como as commodities (café ou milho, por exemplo), as moedas (como o dólar) e até mesmo indicadores (como IBovespa ou taxa de juros Selic). 

Os contratos futuros possuem esse nome porque representam um compromisso de compra e venda no futuro, cujo valor pode ser ajustado diariamente. Por conta disso, aplicar nesse mercado serve também como uma forma de proteção para o investidor, assim como para quem opera com câmbio, isto é, compra ou vende moedas de outros países, como o dólar. 

Afinal, a cotação do dólar é muito difícil de prever. Então, no presente, você pode negociar o valor (cotação) que acredita que a moeda terá no futuro, para que o vendedor se proteja caso haja uma baixa inesperada na cotação e o comprador se proteja caso haja uma alta inesperada. 

Vale a pena entender o que são os contratos futuros de modo geral. E basicamente, contratos futuros representam o compromisso de comprar ou de vender uma certa quantia de um determinado produto ou ativo financeiro em uma data adiante e por um preço previamente definido.

O produto ou ativo envolvido na negociação é chamado de ativo subjacente – e pode ser de variadas naturezas. Por isso, existem contratos futuros de commodities agrícolas (soja, milho, açúcar), de commodities metálicas (ouro), de moedas (dólar, euro, iene), de índices de ações (Ibovespa, S&P 500), entre várias outras possibilidades.

As operações com contratos futuros ocorrem na bolsa de valores, e por isso eles são altamente padronizados. Os ativos subjacentes precisam ser uniformes, para que os investidores tenham a certeza de que estão negociando exatamente a mesma coisa e nas mesmas condições. Apenas dois itens variam nas negociações: a quantidade de contratos e o seu preço.

Minicontratos nada mais são do que “frações” de um contrato futuro, que podem ser financeiramente muito grandes. Eles foram criados para dar acesso a mais pessoas a esse mercado.

Agradecemos Seu Voto!

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.